sexta-feira, 6 de setembro de 2013

De malas prontas: Auschwitz


Hello!

"Auschwitz é o nome de uma rede de campos de concentração localizados no sul da Polônia operados pelo Terceiro Reich nas áreas polonesas anexadas pela Alemanha Nazista, maior símbolo do Holocausto perpetrado pelo nazismo durante a Segunda Guerra Mundial"


Como disse no primeiro post da viagem, chegar a Auschwitz foi super complicado. O meio mais fácil de chegar até lá é por Cracóvia, uma cidade da Polônia, onde existem vários ônibus, porém, o nosso "pacote" de passagens de trem não incluía a Polônia, então fomos pro segundo segundo ponto mais perto: Ostrava, uma cidade da República Tcheca. Chegamos em Ostrava as 4:30 da manhã e esperamos amanhecer no banquinho da estação de trem,rs, pro comércio em torno abrir e irmos a procura de algum transporte. Umas 7:30 da manhã fomos a procura de transporte e ninguém na cidade falava inglês, a única língua que dava pra se virar, e óbvio, não dava pra falar nem entender tcheco!

5:12 da manhã. Paaaassa, hora!rs




Depois de algumas horas de procura, achamos um taxista que falava inglês e topou nos levar até lá, mesmo custando quase nossos rins pra isso, rs, mas era o que tinha! Depois de 1:30hrs de estrada, chegamos lá por volta das 9:30. Tinham muitos turistas, mas nada que atrapalhasse, pois o campo é enorme.

 Depois da madrugada dormindo sentada nos trens,  pela cara da pra ver como estava cansada!


Lá no fundo, o paredão de fuzilamento.


O melhor é fazer a visita guiada, existem guias de diversas línguas e isso facilita muito pra você saber ao certo do que se trata cada coisa lá dentro. A visita começa por Auschwitz I, o campo principal e centro administrativo do complexo e depois pegamos um ônibus interno que nos leva até Auschwitz II–Birkenau, onde fica o campo de extermínio. 

Em Auschwitz I conhecemos um pouco sobre a divisão dos prisioneiros, uniformes, pertences dos prisioneiros, organização de trabalho e conhecemos todos os "prédios", o campo em si é enorme, mas no interior do campo é tudo bem apertado, mas muito bem organizado.

A guia.



Já em Auschwitz II–Birkenau, vemos onde eram jogados os corpos, as linhas de trem de chegada dos prisioneiros, onde dormiam e alguns memoriais.




É difícil não sair de lá deprê. Lá dá pra ter uma noção real de como foram as torturas, algumas mortes, a organização... etc. É muito impactante e triste, mas rico em história. Vale a pena ir.

Para maiores informações e valores, clique aqui!

Espero que gostem!
Beijos!


Nenhum comentário:

Postar um comentário